sábado, 26 de março de 2011

yin-yang

Estou alegre hoje. Muito. Feliz talvez!
Mas uma felicidade melancólica,
daquelas que nascem de uma saudade gostosa e irremediável,
como a lembrança de uma avó que já se foi
e deixou um legado de carinhos e sorrisos...

2 comentários:

Marcelino disse...

Alegria e melancolia, essa tristeza poética: são as polarizações que nos acompanham vida a fora, são os falsos paradoxos a nos fazer refletir sobre nossa existência.

Cynthia disse...

Eu sou 100% Yang na Persona. Abraço Cy.