sábado, 9 de abril de 2011

Habeas Corpus


2 comentários:

Marcelino disse...

Que beleza de postagem, meu preto. Ficou muito legal essa relação do verbal com o não-verbal na con corrência para a expressão precisa do que quer o poeta.

owerdose disse...

realmente a liberdade é um delirio !